sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Mulheres À Beira de um Ataque de Nervos



Três mulheres com sérios problemas de relacionamento têm seus caminhos cruzados em Mulheres À Beira de um Ataque de Nervos, incrível comédia de Pedro Almodóvar, indicada ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro (1989).
Pepa é abandonada por Ivan, seu amante.
A melhor amiga dela, Candela, decide ir morar com Pepa depois de descobrir que seu namorado é procurado pela polícia acusado de terrorismo.
 Lucía, ex-mulher de Ivan, acaba de sair de um hospital psiquiátrico e está desesperadamente atrás de Ivan.
Todas se encontram no escritório de uma advogada, que é a nova namorada de Ivan. 

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

"Já não consigo viver sem ti"

“Não o leia agora.”

Foram as últimas palavras que Marga Gil Roësset disse a Juan Ramón Jiménez, na casa desse premiado poeta espanhol, na rua Padilla, em Madri, enquanto deixava uma pasta amarela sobre a mesa de trabalho dele.

Continha a revelação do seu amor impossível por ele, que a havia levado a uma decisão fatal

Agora, 83 anos depois do suicídio de Marga Gil e da vontade de Juan Ramón Jiménez (JRJ), esse desejo do poeta se torna realidade.

Chama-se Marga. Edición de Juan Ramón Jiménez




LEIA  MAIS >>>http://brasil.elpais.com/brasil/2015/01/27/cultura/1422383194_216666.html


segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

"Presas Futuras"

Sueto entre papéis....

GRAVAÇÃO >>>
http://picosong.com/nF5h/

sábado, 24 de janeiro de 2015

Brincando no espelho

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Ángeles Mastretta, fala de sua vida e do amor



" medio mundo tiene un espacio de su vida en que está enamorada de dos personas al mismo tiempo"

Ángeles Mastretta , escritora mexicana, siempre se ha caracterizado por ser una defensora del feminismo, prueba de esto se encuentra plasmada en la mayoría de sus obras.
 La escritora ha fundado y organizado grupos tales como la Unión de Mujeres Antimachistas en el D.F.
Ha sido ganadora del galardón del Águila Social, en Porto Alegre el 2005. Nesta entrevista comenta sobre várias questões.
Em especial é interessante acompanhar, no minuto 14 da entrevista, o que diz sobre o amor de uma mulher por mais de um homem.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Gatinha Manhosa


" quero ver você
fazer manha então
presa no meu coração
quero ver você ... "

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

"Simone"


"Voltaire"

Consta que Voltaire afirmou que "o estudo da metafísica consiste em procurar, num quarto escuro, um gato preto que não está lá."

Se ele realmente disse isso, o que se pode duvidar, concluo que podia entender um pouco de metafísica mas não entendia nada de gatos.

No máximo pode-se lhe atribuir um nome original para batizar um felino.

"Voltaire".

domingo, 11 de janeiro de 2015

Morre Anita Ekberg



Anita Ekberg, musa do cineasta italiano Federico Fellini e símbolo sexual dos anos 1960 estava hospitalizada em uma clínica a cerca de 30 quilômetros ao sul de Roma .
A atriz sueca Anita Ekberg, eternizada pelo filme ‘A Doce Vida’ (La Dolce Vita, no original), de Federico Fellini, de 1960, morreu ontem aos 83 anos.
Ela estava internada desde o Natal na clínica San Raffaele i Rocca di Papa, na zona de Castelli Romani, a cerca de 30 quilômetros ao sul da capital italiana, e morreu por volta das 10h30 locais (7h30 em Brasília).
Anita vivia há muitos anos em Genzano, uma vila da cidade romana de Montegiove.
Seu nome de batismo era Efe Kerstin Anita Marianne Ekberg e nasceu na cidade sueca de Malmo em 29 de setembro de 1931 e era a sexta de oito irmãos.
Com suas curvas exuberantes e longos cabelos louros, se tornou Miss Suécia aos 19 anos, em 1950. Viajou para os Estados Unidos para concorrer ao Miss Universo, mas não ganhou.
No entanto, o evento viria a abrir as portas de Hollywood para ela, onde acabou interpretando alguns papéis menores.
Seria o italiano Federico Fellini, em 1960, o encarregado de transformá-la em um símbolo sexual com o papel de Sylvia, uma atriz hollywoodiana no filme ‘A Doce Vida’, uma das obras-primas do neo-realismo italiano.
Na cena que ficou para a história do cinema, ela se banha na Fontana di Trevi, ponto turístico de Roma, vestindo um decotado vestido tomara que caia, enquanto chama o jornalista Marcello Rubini (Marcello Mastroianni) a se juntar a ela.

Anita em foto de 2010
Uma das últimas aparições públicas da atriz foi em 2010, no Festival Internacional de Cinema de Roma, durante uma exibição de uma cópia restaurada de ‘A Doce Vida’.
Em 2011, sua casa foi assaltada e incendiada e Anita sofreu uma fratura na coxa, passando a usar cadeira de rodas.
Segundo o contador da atriz, ela estava passando sérias dificuldades financeiras e chegou a ficar em uma casa de repouso.
 Nos áureos tempos, Anita teve seu nome ligado ao de homens como Frank Sinatra e Gary Cooper. Foi casada duas vezes: com o ator inglês Anthony Steel, entre 1956 e 1959, e com o ator americano Rik Van Nutter, entre 1963 e 1975. 

sábado, 10 de janeiro de 2015

Meus calendários


JE SUIS GATA SUETO


Quando Ismália enlouqueceu














Não sei o que anda ocorrendo com Sueto.
Cheguei a pensar que fosse saudade do Gato Pardo.
Mas não é.
Isto é, acho que não.
Parece algo mais profundo, mais particular.
Algo que toca o seu momento de vida, a sua forma de ver o mundo.
No entanto, não me disse nada, nem vou perguntar.
No momento certo acho que me diz. 
Fica ouvindo Vivaldi o tempo todo e, para minha surpresa, deu de recitar poesia.
Para ouvidos desatentos poderia apenas parecer que mia.
Eu, contudo, posso ouvir nitidamente... 

Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar...

E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar...
Estava perto do céu,
Estava longe do mar...

E como um anjo pendeu
As asas para voar...
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar...

As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par...
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Bruna, felina

Existe uma piadinha, meio infame, que fala em trocar uma mulher de 40 por duas de 20.
Deixando de lado, por um momento, outras implicações, Bruna Lombardi, felina de destaque, sensível, talentosa, protetora dos animais e poetisa, dá demonstração, por tudo isso, aos 62 anos, de que nem três de 20 seriam suficientes para substituí-la, 
Bruna, é bom lembrar, teve um papel muito importante para tornar Mário Quintana conhecido do grande público.
Na foto, divulgada recentemente, encontra-se em Trancoso, na Bahia, onde , ao ver um cão ser atacado por outros, na tentativa de resgatá-lo,  acabou ferida.
Segundo relata, " no primeiro dia do ano, na praia, vi um cachorro ser atacado por outros 6 cães bravos, dentro do mar. De repente, sem raciocinar, obedeci meu instinto e corri pra ajudar. O bichinho tentava se defender e quase se afogava nas ondas. No meio da matilha, peguei ele no colo e acabei levando umas mordidas”.
Bruna, de fato e de direito, felina!

domingo, 4 de janeiro de 2015

Meu Calendário 2015





































A quem me acompanhou no grupo em 2014, suportando meu gênio e minha forma de ser felina, envio meu calendário do primeiro semestre de 2015.
Pode ser impresso, de preferência, em fl.A4 ou em outros formatos.
Espero que gostem e o mantenham como uma forma de me ter presente
com vocês.
Miauu a todos e a todas!
Sueto

PARA BAIXAR  >>> https://www.facebook.com/download/1423717074585645/Calendario_tamanhoA4%281%29%20%283%29.jpg