segunda-feira, 21 de julho de 2008

Um Cão Milonguero


Estas fotos, tiradas na Av. 9 de Julio com Tucumán ( ou talvez Lavalle) não dão a exata medida da cena que este cão propiciou.
Atravessou, alguns metros à minha frente, calmamente toda a Av. 9 de Julio que, como se sabe, tem mais de cem metros de largura e é cruzada por um fluxo cerrado de carros.
Ele adota, no entanto, uma estratégia impecável.
Acompanha os transeuntes como se um deles fôra.
No canteiro central, pois é impossível atravessar a avenida numa só etapa, deitou-se e ficou sem nenhum stress esperando o sinal abrir.
Ao perceber o movimento retomado dos transeuntes levantou-se e seguiu atrás.
As fotos do registro são do momento em que já está completando a travessia.
E como para demonstrar quão à vontade está em se movimentar pelo centro de Buenos Aires deu-se ao desplante de latir e avançar sobre uns motoqueiros que passavam.
Cheguei a temer que pudesse ser atropelado mas logo se conteve e seguiu como se nada tivesse acontecido pela calçada.
Um verdadeiro cão milonguero...