quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Sou da nobreza


Eu sou uma princesa. Vivo no meio das flores, das almofadas, do colo e dos leitos dos humanos.

Não é que eu seja esnobe, acontece que eu tenho berço. Esta história de que me encontraram na estrada, com poucas horas de vida, é uma malidicência.

Dizem que tive um irmão chamado Mandela.

Mas começo a acreditar que não sou eu. Não sou eu que vim do gueto.

Ou fui?

Meu analista disse que posso estar com algum tipo de crise de identidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário