quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

As Filhas das Invasões


Invasões sempre existiram.

Quando fiz meus estudos, era só do que se falava nas aulas de História.

Que alienação!

Nunca tive uma única aula sobre a História dos Gatos.

Mas o que não se esperava é que, já no início do século 21, as invasões continuassem de forma

tão primitiva e tão bárbara.

Pois bem, aí estão duas refugiadas das invasões mais recentes.

Bagdad ( a peluda) e Kabul.

Não tenho nada contra elas, ficam lá num canto ( acho que é reservado para refugiados)

e só me incomodam porque ficam latindo para a Faluja.

Pensei que terroristas se entendessem mas não é bem assim. Além disto, acho que estas duas nem são terroristas. Terrorista mesmo é a Faluja. Do mal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário