sábado, 11 de abril de 2020

A PANDEMIA E OS PETS - Entrevista com Cristiane Fadrique Izaguirres.

Cris e Sueto

Para nossa mais profunda alegria,  cães e gatos, não adquirem Covid-19/Coronavirus (ainda não existem comprovações de contágio). Então,  resta aos tutores aproveitarem suas companhias nesses tempos de isolamento social.
Aqui seguem algumas orientações e dicas:
# O Corona vírus que afeta cães,  é responsável por atingir o sistema digestório (vômito e diarréia); para estes há vacina.
 # Vacinas que protegem animais (V8/V10) não servem para humanos.
# Caso algum dos tutores apresente a confirmação ou suspeita de Corona vírus,  o ideal é que este se isole do convívio social,  incluindo as pessoas da mesma residência e de seu Pet, pois algumas partículas de secreções poderão atingi-lo e assim facilitar o contágio de outras pessoas. Ex. O risco seria o mesmo de segurar no corrimão de uma escada e não higienizar as mãos corretamente.
 # Animais que são inevitavelmente levados a rua, deve se evitar beija-los, compartilhar alimentos, assim como receber lambidas.
# Deve-se restringir os passeios com animais,  exceto aqueles que só fazem suas necessidades na rua. Para estes manter os passeios curtos, rápidos e em locais isolados.
: # Deve-se  também lembrar de higienizar bem suas patinhas na chegada, está podendo ser feita com água e sabão,  além de álcool em gel,  sem esquecer de seca-las imediatamente.
# Não podemos deixar de lembrar que cães são muito farejadores,  portanto o focinho também deverá ser  higienizado.
 # Médicos Veterinários continuam proibidos de realizar atendimentos à distância,  a consulta deve ser presencial,  as Clínicas Veterinárias estão liberadas para trabalhar com agendamento prévio,  sendo permitida a entrada de apenas uma pessoa por animal,  o Médico Veterinário devidamente paramentado cós os EPIs e manter o protocolo da distância. O estabelecimento deverá também fornecer material de proteção para o tutor como álcool em gel na entrada,  máscaras e luvas se houver  De forma que que sejam respeitadas todas as recomendações do Ministério da saúde.
 # Se possível banha-los em casa, escolhendo um horário,  deixando todo material que será utilizado previamente separado (sabão,  shampoo, toalhas, pentes, escovas e secador de cabelo); cuidar em regiões onde está fazendo frio como no Rio Grande do Sul,  para que os animais não sofram um choque térmico no pós banho, sendo este no máximo uma vez por semana.
# Não passar álcool líquido ou em gel no pelo do corpo dos animais,  porque este causa ressecamento.
 # Não permitir que o animal ingira álcool de nenhuma maneira, seja álcool 70°gl ou mais, líquido ou em gel , assim como bebidas alcoólicas
 # Para gatos que passeiam sozinhos(muros, telhados, terrenos), geralmente não possuem muito contato com pessoas nesses passeios,  o que diminui a probabilidade de serem contaminados por humanos, pode-se higieniza-los com o chamado banho seco(spary), facilmente encontrados em Pets shops, além da higienização das patinhas.
 # Animais são capazes de fornecer muitos benefícios físicos e mentais para os seus tutores.
 # Aproveite o tempo de restrição social e acaricie,  brinque, observe e porque não dizer aprenda com o seu animal de estimação,  apesar de serem de outras espécies que não a nossa, conviva mais fazendo atividades juntos.
 # Animais não adoecem de Covid 19. Porém podem transmitir a doença apenas se tiverem contato com algum humano ou ambiente contaminado, por sua vez esse animal ao ser acarinhado por um humano sadio, poderá contamina-lo. Caso contrário não há transmissão.
 # Nunca abandone seu Pet.
Proteja seu Pet e se proteja;
FIQUE EM CASA.

Cristiane Fadrique Izaguirres.
POLICLINICA VETERINARIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário